O piano de armário Wemar, que acompanhou Tom Jobim durante toda a bossa nova, a mesinha em que trabalhava, o chapéu que usava, sua caixa de pios de pássaros, partituras e prêmios, entre outros de seus objetos pessoais, ocupam o Instituto Tom Jobim a partir do dia 30 de outubro, na mostra Tom Jobim - natureza e música.

1/4

 

2/4

 

3/4

 

4/4

 

  •  

    1/4

  •  

    2/4

  •  

    3/4

  •  

    4/4

O público poderá desvendar toda a trajetória de vida e produção artística do maestro através das diversas fases da sua criação, além de ouvir canções emblemáticas como "Corcovado", "Samba de Avião" e "Garota de Ipanema". Os 190 metros quadrados reservados à exposição remetem ao apartamento de Jobim, e conta com fotos registrando o que ali se passou: encontros com  Ary Barroso, Newton Mendonça, João Gilberto, Luiz Bonfá.

Além da recriação dos endereços de Tom, sua discografia completa será mostrada em painéis, com faixas, ficha técnica e comentários sobre cada álbum, incluindo informações e curiosidades de bastidores, além de  imagens e documentos que, em muitos casos, nunca foram expostos antes — alguns disponíveis no acervo digitalizado.

Parte das obras ficam no Instituto por tempo indeterminado.

Tom Jobim - natureza e música

30 Out
a
30 Dez

  • de 30/10 a 30/12
    • Terças, Quartas, Quintas, Sextas, Sábados e Domingos das 10:00 às 17:00

Avenida Simão Bolívar - Jazz na Avenida
Avenida Simon Bolívar, s/n Armação Salvador - BA
Catraca Livre