por Luis Arturo Aguirre

Créditos: por Luis Arturo Aguirre

O artista Luis Arturo Aguirre está em coletiva da PHotoEspaña.br no Sesc Consolação

Nascido em Madri em 1998, o festival PHotoEspaña desembarca em São Paulo com o propósito de mostrar ao público a produção de fotógrafos e artistas visuais do mundo todo e servir de espaço para a reflexão, ponto de encontro profissional e plataforma para jovens criadores. A partir do dia 23, o Sesc Consolação, a Praça Rotary, as colunas do Minhocão e o Parque Buenos Aires recebem as intervenções artísticas do projeto, com entrada Catraca Livre.

Além das exposições, as atividades que integram o projeto incluem encontros, cursos, workshops e leituras de portfólio. Alguns eventos são pagos, então vale conferir os detalhes no site do PHotoEspaña.br. O público que circular pelos locais que recebem o festival pode conferir mostras individuais de Alberto García-Alix, Luis González Palma, Graciela De Oliveira, Bernard Plossu e Raquel Brust, além da coletiva “(Re)presentaciones” e do projeto “Humanæ”, de Angélica Dass.

“O Sesc, ao abrigar o PHotoEspaña.br, em parceria com a La Fabrica, contribui para o compartilhamento de ideias e fortalece um dos traços da instituição, que é favorecer a criação colaborativa, traduzindo-se numa oportunidade para trocas de conhecimentos, disseminação de saberes e aproximação de experiências culturais”, afirma o diretor regional do Sesc SP, Danilo Santos de Miranda.

Confira algumas obras e, em seguida, os detalhes de cada exposição:

Saiba mais sobre as exposições da PHotoEspaña.br:

A mostra coletiva “(Re)presentaciones” reúne 14 fotógrafos, cujas obras transitam por referências tanto conceituais quanto documentais. Os artistas foram selecionados pelo programa de leitura de portifólios “Trasatlántica”, organizado pelo PHotoEspaña na Costa Rica e no México em 2012. As séries selecionadas propõem relatos em primeira pessoa que fazem referência a situações ou estados intermediários entre passado e futuro, real e fictício, visível e sugerido.

Os artistas da mostra são Aglae Cortés (México), Coletivo Galeria Experiência (Brasil), Eduardo Jiménez (México), Fabián Hernández (Costa Rica), Humberto Ríos Rodríguez (México), Ilana Lichtenstein (Brasil), Irama Gómez (Venezuela), Juan Carlos López Morales (México), Leslie Searles (Peru), Luis Arturo Aguirre (México), Mariela Sancari (México), Nicolas Janowski (Argentina), Roberto Tondopó (México), Xtabay Zhanik Alderete (México).

Já no espaço da Área de Convivência, Luis González Palma e Graciela De Oliveira apresentam fotografias de quatro das sete etapas da série “Hierarquias da Intimidade”, desenvolvida entre 2002 e 2007, em que o casal de artistas compartilha ações, textos e cenários que lhes permitem alternar os papéis e sentidos dos vínculos entre os corpos individuais que, segundo os artistas, formam o corpo familiar.

O Ginásio Vermelho da unidade recebe a mostra individual “Autorretratos”, onde são reunidos fotos e vídeos em que o curador Nicolás Combarro repassa a trajetória do artista espanhol Alberto García-Alix desde os primeiros autorretratos realizados no final dos anos 1970 até as fotografias de fragmentos de seu corpo, que respondem a diferentes necessidades do fotógrafo no momento de nos contar sua decomposição particular de autorretrato.

A brasileira Angélica Dass apresenta fotografias da série aberta “Humanæ”, em que cria uma espécie de inventário cromático dos tons da pele humana.

O desenvolvimento do projeto consiste na realização de retratos, cujo fundo é tingido do exato tom de pele extraído de uma amostra de 11 x 11 pixels do rostro das personagens. A artista cria um mosaico humano que desativa qualquer pretensão de controle ou de estabelecimento de hierarquias em função de raça ou de condição social.

Vencedor do Prêmio PHotoEspaña em 2013 por sua reconhecida trajetória como fotógrafo viajante, Bernard Plossu (Dalat, Vietnã do Sul), 1945) ganha mostra retrospectiva no Parque Buenos Aires.

O fotografo criou um diário de viagem composto por paisagens, rostos e sensações que, a partir de uma perspectiva melancólica, se modela em fotografias de pequenos formatos e argumentos quase imperceptíveis, totalmente distantes de um modelo espetacular. A cidade, a noite, a viagem ou a estrada são alguns dos protagonistas de suas fotografias.

“Giganto” é o projeto de instalação com fotografias hiperdimensionadas da artista brasileira Raquel Brust. Instalados debaixo do Minhocão (Elevado Costa e Silva), os lambe-lambes são o resultado de um trabalho que utiliza a arquitetura da cidade como suporte para uma exposição fotográfica que reage à paisagem e interage com o público.

O projeto propõe captar a potência dos olhares e revelar a essência dos retratados. “Esses retratos são carregados de emoção, e é por essa impactante forma de fotografar que a obra ganha mais força e a sua dimensão se justifica. Cada vida é uma luta, e cada ‘Giganto’ evidencia sentimentos comuns à humanidade”, afirma a artista.

PHotoEspaña.br

23 Out
a
25 Jan

  • de 23/10 a 25/01
    • Segundas, Terças, Quartas, Quintas e Sextas das 10:00 às 21:30
    • Sábados das 10:00 às 18:30

Praça Rotary
Rua General Jardim, 785 Vila Buarque São Paulo - SP
Exposições: Catraca Livre

23 Out
a
25 Jan

  • de 23/10 a 25/01
    • Segundas, Terças, Quartas, Quintas e Sextas das 10:00 às 21:30
    • Sábados das 10:00 às 18:30

Parque Buenos Aires
Avenida Angélica, altura 1500 Consolação São Paulo - SP (11) 3666-8032
Exposições: Catraca Livre

23 Out
a
25 Jan

  • de 23/10 a 25/01
    • Segundas, Terças, Quartas, Quintas e Sextas das 10:00 às 21:30
    • Sábados das 10:00 às 18:30

Elevado Presidente João Goulart (Minhocão)
Praça Marechal Deodoro, s/n Santa Cecília São Paulo
Estação Marechal Deodoro (Metrô - Linha 3 Vermelha)
Exposições: Catraca Livre

23 Out
a
25 Jan

  • de 23/10 a 25/01
    • Segundas, Terças, Quartas, Quintas e Sextas das 10:00 às 21:30
    • Sábados das 10:00 às 18:30

Sesc Consolação
Rua Doutor Vila Nova, 245 Vila Buarque São Paulo - SP (11) 3234-3000
Exposições: Catraca Livre