Na última semana, o voo 909 da American Airlines teve seu horário atrasado por conta de um fato inusitado. Sete passageiros decidiram descer da aeronave ao descobrir que ele seria pilotado por duas mulheres.

De acordo com o relato de um dos passageiros, Marcos Martínez, ao jornal argentino La Nacion, ele, a esposa e seus dois filhos entraram na aeronave e se surpreenderam ao encontrarem lugares vagos. "Faltavam cinco minutos para sairmos e o avião estava bastante vazio".

Em seguida, a decolagem atrasou, e Marcos começou a ficar impaciente. "Me aproximei da aeromoça e perguntei se a companhia estava esperando alguém importante ou algo do tipo", disse. "Ela respondeu que não, e que era pra eu ficar tranquilo". Depois de 1h30 de atraso, o avião decolou.

O processo de desembarcar passageiros com o avião na pista não é simples e envolve desembarcar também as bagagens.

1/4

 

American Airlines é uma das maiores empregadoras de mulheres que pilotam aeronaves.

2/4

 

American Airlines é uma das maiores empregadoras de mulheres que pilotam aeronaves.

3/4

 

American Airlines é uma das maiores empregadoras de mulheres que pilotam aeronaves.

4/4

 

American Airlines é uma das maiores empregadoras de mulheres que pilotam aeronaves.

  •  

    1/4

    American Airlines é uma das maiores empregadoras de mulheres que pilotam aeronaves.

  •  

    2/4

    American Airlines é uma das maiores empregadoras de mulheres que pilotam aeronaves.

  •  

    3/4

    American Airlines é uma das maiores empregadoras de mulheres que pilotam aeronaves.

  •  

    4/4

    American Airlines é uma das maiores empregadoras de mulheres que pilotam aeronaves.

O argentino, no entanto, só descobriu o que havia acontecido quando a aeronave já estava no ar. "O comandante de bordo falou algumas instruções e citou algo relacionado a piloto e a co-piloto. Só aí que descobri que se tratavam de mulheres", comentou. Na sequência, uma das aeromoças explicou o motivo do atraso.

O voo seguiu normalmente até o aeroporto de Ezeiza, na capital argentina.

Comunicado oficial

A empresa emitiu um comunicado dizendo que a  aeronave Boeing 777-200 teve um atraso de apenas 17 minutos e chegou a Buenos Aires às 6:02 (quatro minutos depois do horário programado). Afirma também que um passageiro a bordo decidiu não viajar no último momento e que desconhece a razão.