O usuário e/ou senha digitados estão incorretos.

Compramos os melhores vídeos e fotos de gentilezas verdes

As Melhores Soluções Sustentáveis compra vídeos de gentilezas verdes. O objetivo é inspirar ações pelo Brasil que dependam de poucos recursos.

Cada vídeo receberá R$ 1 mil; R$ 100,00 para cada foto.

11/01/2018 15:13 | Atualizado: 16/01/2018 11:54

por Redação

Em parceria com o Catraca Livre, o projeto "As Melhores Soluções Sustentáveis", criado pelo engenheiro Bernardo Gradin, especialista em questões ambientais, está comprando vídeos e fotos que revelem gentilezas verdes. O objetivo é inspirar ações pelo Brasil que dependam de poucos recursos.

Cada vídeo de máximo 90 segundos, com resolução HD ou superior, receberá R$ 1 mil. Cada foto, recebe R$ 100,00. Coloque seu nome e email na legenda da foto ou do vídeo para que possamos entrar em contato As pessoas escolhidas serão comunicadas por email: antes vamos averiguar se não há nenhuma irregularidade.

Para participar basta enviar seu vídeo ou foto pelo formulário da nossa página no Tumblr clicando aqui. É necessário indicar na legenda do vídeo o local exato da gentileza verde, seu nome completo e e-mail para contato.

Gentilezas Verdes são ações em espaços públicos - árvore, um canteiro, praça, muro, poste - que espalhe ou preserve o verde pela cidade. Veja alguns exemplos abaixo:

Créditos: Catraca Livre

Orelhão na rua Harmonia (Vila Madalena)

Créditos: Catraca Livre

Pneu numa praça de São Paulo

Créditos:

Mulher que planta manjericão e distribui na porta de sua casa

Créditos:

Uma gentileza verde típica: a caçamba que que vira um jardim

Créditos:

Um post florido com garrafas pet

Clique aqui e envie o seu vídeo agora mesmo.

Veja também

Reciclagem de roupa de cama de hotel produz pijamas infantis

Aprenda a fazer repelente e conservante natural

Garrafa biodegradável é alternativa a embalagens PET poluentes

Colmeia modular estimula produção de mel caseiro

Jardins de chuva viram redutos de área verde em São Paulo

Aparelho fornece energia solar e internet a comunidades isoladas