Editorias
Pupunha ink de dezembro

Padaria vira ponto de encontro de ilustradores

  • Ver Dica Digital »
  • divulgação

    Sexo é mais que prazer! Confira 13 razões científicas para praticar

  • Ver Bem-Estar »
  • brigadeiro_de_dadinho_com_pacoquita_cremosa_de_kadu_barros

    Gordice de feriado: brigadeiro de Dadinho com Paçoquita Cremosa

  • Ver Gastronomia »
  • Reprodução

    Vira-lata resgatado de lixão é o primeiro cão a escalar o Everest e chama a atenção para o abandono de cães

  • Ver Mundo Animal »
  • salao_do_estudante

    Salão do Estudante chega à sua 20ª edição em sete capitais brasileiras

  • Ver Educação »
  • "O Grande Circo Místico" - divulgação

    'O Grande Circo Místico', com trilha de Chico Buarque, ganha remontagem

  • Ver Urbanidade »
  • geometric-line-tattoo-chaim-machlev-coverimage

    A arte geométrica e expressiva do tatuador israelense Chaim Machlev

  • Ver Inovação »
  • "DOMÈNECH 7", na Espanha

    Site reúne fotos de empresas 'bike-friendly'

  • Ver Emprego »
  • divulgação

    Linha americana produz calcinhas "à prova" de menstruação

  • Ver Negócios »
  • Oca apresenta “Esplendores do Vaticano: Uma jornada através da fé e da arte”

    em

    Exposição tem entrada por R$ 20 às segundas-feiras

    Ao longo de séculos, o poder da Igreja se baseou em forte dominação ideológica e subjugação cultural por parte de religiosos e missionários sobre países e sociedades considerados "selvagens", ou seja, não-cristãos. Ouro, prata e outras riquezas saíram de países colonizados com destino ao Vaticano.

    Da acumulação de metais preciosos veio muito do esplendor da capital da Santa Sé. O local, um verdadeiro museu em forma de cidade, também pode apresentar aos visitantes muitos objetos históricos e obras sacras. Tal fortuna poderá ser vista, pela primeira vez na América Latina na exposição que a Oca do Ibirapuera apresenta de 21 de setembro a 23 de dezembro, com entrada até R$ 44 (às segundas-feiras, a entrada é até R$ 20).

    “Esplendores do Vaticano: Uma jornada através da fé e da arte” traz 200 obras de arte sacra e objetos históricos significativos, muitos deles jamais retirados do Vaticano.

    Trazendo obras que vão do Egito Antigo até os dias atuais, a coleção será dividida em onze galerias. No segundo andar do espaço expositivo, o visitante poderá fazer uma viagem virtual pelo Vaticano, podendo apreciar, inclusive, uma projeção da Capela Sistina, além de uma coleção de vídeos que mostram detalhes da arquitetura do local.

    Comentários (3)

    • Responder

      Por MARTA RIBEIRO GARCIA HOKAMA em 30 de outubro de 2012 as 21:28.

      o que sei é que as obras do Vaticano custam verdadeiras fortunas pra serem conservadas e mantidas, se necessitam viajar então os custos e riscos são gigantescos....portanto concordo com a cobrança.....mas sou a favor de se fazer alguns dias com entrada free.....Museu é coisa absurdamente cara.....bem por isso nos países pobres tem tão poucos...........

    • Responder

      Por Ana em 12 de outubro de 2012 as 15:42.

      Muita gente gasta 50 reais numa balada ou no cinema; 100, 200, 300 reais ou mais para ver um show de música....
      Agora, para uma exposição de arte que traz parte do patrimônio cultural universal guardado num museu de uma cidade católica, criticam e reclamam. Ô preconceito!

    • Responder

      Por Francisco em 6 de outubro de 2012 as 12:09.

      a exposição esplendores do vaticano é um grande engodo. estive lá domingo passado. o preço do ingresso são absurdos 44 reais. a exposição é pobre, de esplendores não tem nada. que ninguém espere se daparar com os tesouros do vaticano. as peças apesar de originais são de somenos importancia. na verdade, o que está exposto são as quinquilharias do vaticano.

    Os comentários não representam a opinião do Catraca Livre. A responsabilidade é do autor da mensagem.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

    Os comentários não representam a opinião do Catraca Livre. A responsabilidade é do autor da mensagem.