arte por Alexandre De Maioposter movo-4121212

Créditos: poster movo-4121212

Cartaz

A próxima Estação Catraca Livre acontece neste domingo, 13, a partir das 16h, no Centro Cultural Rio Verde. Trata-se de um encontro com alguns dos artistas que já passaram pelo site. Durante a tarde você poderá conferir shows, exposições e muito mais. No mesmo dia, acontece a inauguração da exposição Vila Mundo, no Café Aprendiz, em frente ao Rio Verde.

Confira a programação completa

15h- No Café Aprendiz: inauguração da exposição Vila Mundo

A partir das 16h no Centro Cultural Rio Verde

Inauguração da Biblioteca Comunitária de Arte
O Catraca Livre inaugura no Rio Verde a primeira biblioteca comunitária de arte da Vila Madalena. Livros de fotografia, arquitetura, design, pintura, entre outros, estarão disponíveis para consulta no local.

ondemand_video Vídeos do Catraca

Inauguração da Rádio da Vila

Exposição coletiva dos artistas Bruno Storni, Julio Raw e Wagner Roza

16h- Lançamento do projeto Mestres do Tempo de Alessandra Trindade

17h- Show de Meno Del Picchia

18h-Movimento Elefantes lança DVD

19h- Show da banda Reteté

20h- Espetáculo “O Alfaiate de Livros”

20h30- Show do grupo Forró do Feijão


A obra, escrita pela consultora cultural Alessandra Trindade, chega às livrarias em setembro e conta a história de 25 idosos que apesar do tempo, não perderam o entusiasmo pela vida, tampouco pelo aprendizado. Durante a Estação Catraca serão distribuídos alguns exemplares para os participantes da promoção. Para saber mais clique aqui


Acontece a partir da 17h no estúdio do Rio Verde show do  Meno Del Picchia.

Marina Mantovanini especial para o Catraca Livre

Mais uma vez o Centro Cultural Rio Verde abre a casa para receber o projeto Estação Catraca Livre, no próximo domingo (13). Dessa vez, quem abre os shows no palco do espaço paulistano é o multiinstrumentista Meno Del Pichia.
Meno carrega arte no DNA. Além de ser bisneto do escritor Menotti Del Pichia, um dos participantes da Semana de Arte Moderna de 22, a primeira lembrança musical que guarda é a de ver seu pai no piano. A segunda vem do avô materno que tocava moda de viola.

Com tantas influências musicais, o resultado não poderia ser outro: desde pequeno se embrenhou nas cordas do violão, baixo e guitarra. A família se orgulha. O artista já tocou com nomes como o jazzista Francês Didier Lockwood, o brasileiro Bocato e a cantora Fabiana Cozza. E no ano passado lançou o seu primeiro álbum.

O disco, que leva o nome do músico, passeia pelo jazz, samba e rock e tem a participação de Bocato e Tatá Aeroplano. “Fiz este álbum com todas as músicas que eu já tinha composto e que gostava. Toquei todos os instrumentos de corda, só a bateria que foi cortesia de Guilherme Calzavaras e Pedro Ito”, conta.

O repertório do show, que será no formato de voz e violão, é composto pelas músicas do disco, duas canções novas e uma versão de House of Cards da banda inglesa Radiohead. “Tocar e cantar sozinho cria a possibilidade do músico recriar o quanto sentir necessário. Quero aproveitar a minha linha jazzística para improvisar.”

As influências musicais do artista poderão ser ouvidas durante a apresentação. Do samba de breque de Germano Matias, passando pelas  paisagens instrumentais de Charlie Parker até o rock brasileiro dos Los Hermanos. Todos estão escondidos na diversidade de suas canções.


Banda Reteté no coreto e lançamento do DVD do Movimento Elefantes.

O Movimento Elefantes, coletivo de nove big-bands paulistas, lança no mês de setembro o seu DVD. São 9 video-clipes amarrados num roteiro do diretor Pedro Dantas. A ideia do vídeo é divulgar o trabalho dos grupos integrantes do coletivo. Para isso, alem de ser distribuído gratuitamente, a proposta é que uma vez assistido, o DVD seja passado adiante.

O DVD também será oferecido ao público nas apresentações do Movimento no Teatro da Vila, que oferece a residência ao Movimento desde o mês de agosto, todas às segundas-feiras, com shows de duas bandas das 20:30h às 22:30h. O valor do ingresso fica a critério do público, no esquema “pague quanto vale”. Ao final de cada apresentação, cada espectador contribui com a quantia que desejar, iniciativa que valoriza a democratização e o livre acesso à cultura.

Confira abaixo os detalhes de programação e mais informações sobre o Movimento Elefantes:

Programação Setembro
Teatro da Vila
quando: segundas-feiras a partir das 20h30
onde: Rua Jericó, 256 – Vila Madalena
entrada: Pague quanto vale
capacidade: 80 pessoas
informações: (11) 7838.0182 – [email protected]
imprensa: (11) 8228.4474

Bar B
quando: terças-feiras às 21h
onde: Rua General Jardim, 43 – República
entrada: R$ 5,00
capacidade: 60 pessoas
informações: (11) 3129.9155 – www.barbsp.com.br
imprensa: (11) 8228.4474


Com a concepção e interpretação de Otávio Bastos, a apresentação acontece às 20h30 dentro do salão do Centro Cultural. O Alfaiate de Livros trata sobre a vida de um encadernador de livros que, enquanto realiza seu trabalho, folheia e lê trechos sem nunca ter lido um livro inteiro. Este homem, enquanto encadernador de si mesmo, tem seus saberes fragmentados, permeados pelas histórias que constrói a partir dos pequenos trechos dos livros que lê, palavras entrecortadas, fragmentos solitários que vão construindo a história e encadernando o próprio homem. O livro encaderna o homem, enquanto o homem encaderna livros.

Trata-se do novo espetáculo solo de dança de Otávio Bastos, e faz parte do processo que vem sendo desenvolvido pelo artista na busca de colocar em prática e disseminar os estudos que realiza sobre manifestações culturais brasileiras e técnicas contemporâneas de teatro e dança.


Para fechar o evento, o grupo Forró do Feijão se apresenta no coreto, a partir das 2oh30. Banda instrumental, une o forró (Luiz Gonzaga, Dominguinhos e Sivuca) com o choro (Abel Ferreira, Pixinguinha, e Luiz Americano) e a música instrumental brasileira (Hermeto Paschoal e Egberto Gismonti).

Estação Catraca Livre