divulgaçãoFerréz

Créditos: Ferréz

Ferréz

O escritor Ferréz lança nesta quinta-feira, 4, o documentário  Literatura e Resistência durante o evento  “Antídoto – Seminário Internacional de Ações Culturais em Zonas de Conflito”, promovido pelo Itaú Cultural. Após a exibição haverá debate com o autor.

A produção mostra os 11 anos de trajetória do artista que acumula a autoria de Capão Pecado, Amanhecer Esmeralda, Manual Prático do Ódio e Ninguém é Inocente em São Paulo. Enfoca os projetos que Ferréz desenvolve em comunidades no Brasil, na Itália, na França, na Alemanha, em Portugal e na Espanha, sempre com foco na literatura.

Mostra, ainda, o lançamento de Capão Pecado, primeira obra de sucesso do autor, e o trabalho feito na comunidade com a marca de roupa fundada por ele, a 1Dasul. Tudo isso, por meio de depoimentos de amigos, parentes e participações como a de Chico César, Preto Ghóez, Lourenço Mutarelli, Lobão e Eduardo do grupo Facção Central.

No dia do lançamento, o professor que estiver participando do Antídoto ganha uma cópia de graça.  O evento marca também a concretização do Selo Povo (www.selopovo.blogspot.com) que viabiliza a venda de DVDs ao preço de R$9 e de livros a R$5.

Além disso, há ainda a criação do Estúdio 1Dasul, criado este ano por Ferréz em parceria com o rapper Mauricio DTS, no Capão Redondo, bairro da zona sul da cidade de São Paulo. O objetivo é estimular a produção de músicas das bandas da região, com descontos e assessoria completa para os grupos quiserem gravar. “Só pelo fato de não ter que atravessar a ponte (que separa a zona sul do centro da cidade) já é uma grande facilidade. Mas, também fizemos na periferia porque a periferia estava precisando de um estúdio”, diz Mauricio.

Lançamento do documentário Ferréz – Literatura e Resistência