Curtir uma tarde no parque ao som de bandas paulistanas que possuem trabalhos autorais. Essa é a proposta do Projeto 100 Jabá que acontece desde maio de 2009.

A ideia dos shows, que tem patrocínio do VAI (Programa de Valorização de Iniciativas Culturais), teve raiz em outro projeto homônimo da idealizadora Telma – que prefere se apresentar sem o sobrenome. “Em outubro de 2007, eu decidi montar uma rádio de web que tocasse apenas sons brasileiros de qualquer estilo e que fossem apenas trabalhos autorais. Já temos muitas rádios no mercado que são movidas a jabá e eu queria algo diferente. Queria abrir espaço para pessoas que não tinham onde mostrar o seu trabalho.”

______________________

Gilberto Dimenstein

comenta sobre o projeto

____________________

Assim nasceu a 100 Jabá, uma web rádio sem locutor. O próximo passo foi formatar o site e captar as canções. “Foi um trabalho de internauta. Enquanto o Alê, meu parceiro, criava o site, – eu procurava as bandas via myspace, mandava e-mails, explicava o funcionamento da web rádio, e assim, incluía cada vez mais material”, conta Telma.

Depois de um tempo, as pessoas foram conhecendo o projeto por meio do boca a boca e as bandas começaram a mandar e-mails para colocar suas canções na rádio. “Quando a 100 Jabá já estava funcionando a todo vapor, com mais de mil músicos participando, comecei a perceber que eles precisavam se apresentar para rolar uma interação com o público.”

Foi aí que surgiu a ideia de mandar o projeto Som 100 Jabá para o VAI e ver se conseguia patrocínio para veicular a iniciativa. Ele foi aprovado e consiste em levar bandas autorais para tocar em parques públicos da zona de sul de São Paulo. Além disso, os shows têm que ser apresentados ao vivo na web rádio.

Para o artista Daniel Conti que primeiro teve as suas músicas publicadas no canal e vai se apresentar neste domingo, 20, a proposta do 100 Jabá é muito interessante. “Logo que conheci, achei a ideia muito atraente. Entrei em contato com eles e minhas músicas começaram a tocar na rádio. Rolou um retorno bacana. Agora, vou me apresentar em um parque – algo que nunca imaginei. O mais legal deste projeto é que as canções chegam a lugares inusitados e a um público bem diversificado. Estou ansioso para domingo”, revela o músico.

Até o final do ano vão acontecer mais nove apresentações. Fique de olho.

Escute: www.100jaba.com

100 Jabá

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.