O filme foca no ritual de passagem da adolescência a fase adulta. Tem uma sensação de passar a mensagem “deixar para trás o que já se foi”. Com um clima onírico, o filme é de uma notória fotografia e bem executado.

Esmir Filho inspirou-se no livro “Música para  quando as luzes apagam”, de Ismael Carneppele. O livro registra, até numa linha diário, o dia a dia de um garoto, que descreve de forma detalhada cenas de sua vida. Clique aqui trecho do livro

Rede Catraca Livre

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.