Créditos: Reprodução/TV Globo

Cauã Reymond no "Encontro com Fátima"

Cauã Reymond quebrou o silêncio e comentou sobre o episódio em que foi parado na blitz da Lei Seca, na Barra a Tijuca, no Rio de Janeiro, na última sexta-feira, 11, por estar dirigindo sob efeito de bebida alcoólica.

O galã da TV Globo disse que nunca bebe, porém, naquela noite, decidiu provar meia taça de vinho para celebrar o encerramento das filmagens de “Ilha de Ferro”.

Selo Facilite

"Era o último dia de filmagem de 'Ilha de Ferro'. Eu não bebo e tomei meia taça de vinho, me arrependo profundamente disso porque ainda estou me culpando. Não bebo e naquele dia falei, 'quer saber, hoje é o último dia,' vou comer uma pizza que também não como, uma portuguesa. Fui parado e vou pagar por isso como qualquer cidadão tem que pagar", disse à imprensa no lançamento da reprise de "Belíssima", nos estúdios da emissora carioca.

Como consequência, Reymond terá de pagar multa no valor de R$ 2.934,70. Para quem não sabe, na ocasião, o ator apresentou outro condutor para levar seu carro após ser barrado pelos vigilantes.

Rumores davam conta de que o famoso teria se recusado a fazer o teste do bafômetro no ato da abordagem da polícia.

Leia também:

Cauã Reymond teria se recusado a soprar bafômetro em blitz no RJ