Tirar da invisibilidade os que estão diante de nossos olhos, sob as marquises dos prédios, e colocá-los como agentes políticos, capazes de expor os próprios problemas e sugerir mudanças. Essa é a proposta do curta-documentário “Eu existo”, produzido pelo Centro Acadêmico XI de Agosto, da Faculdade de Direito do Largo São Francisco da Universidade de São Paulo (USP).

Divulgação

Créditos:

Por meio de depoimentos de pessoas em situação de rua que vivem no Centro de São Paulo, o filme denuncia violações diárias de direitos humanos por parte dos próprios órgãos de segurança do Estado e a real situação dos albergues da capital.

Por meio de depoimentos de pessoas em situação de rua que vivem no Centro de São Paulo, o filme denuncia violações diárias de direitos humanos por parte dos próprios órgãos de segurança do Estado e a real situação dos albergues da capital. O vídeo também traz as opiniões de especialistas e representantes de movimentos sociais, estimulando a reflexão e a construção de um novo olhar da sociedade em relação ao tema. Leia a matéria na íntegra e assista ao documentário no Portal Aprendiz.

 

 

 

Rede Catraca Livre

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.