Cidadãos espanhóis realizaram o primeiro protesto com holograma da história. O ato, que faz parte de uma campanha do grupo de ativistas do grupo ‘Nos Somos Delito’ (‘Não somos crime’, em português), ocorreu em frente à Câmara dos Deputados da Espanha.

Reprodução/YouTube

Créditos: Reprodução/YouTube

A campanha também foi criada para ironizar a nova lei

A manifestação em forma de realidade aumentada reivindica as 45 novas restrições aprovadas na legislação espanhola. Entre elas, está criminalização dos protestos, na chamada 'Ley Mordaza'. Ao mostrar a insatisfação contra a lei com o uso dos hologramas, o objetivo dos ativistas é conscientizar a população que, caso sejam impossibilitados de se protestarem fisicamente, sempre existirá a opção da manifestação virtual.

O grupo Nos Somos Delito’ lançou o site ‘Holograma por la Libertad’ (‘Holograma pela liberdade’, em português), que detalha a posição do grupo e as consequências das medidas. A instituição da 'Ley Mordaça', por exemplo, viola o artigo 19 da ‘Declaração Universal dos Direitos Humanos’, referente à liberdade de opinião e expressão. A plataforma desenvolvida também oferece uma ferramenta para quem quiser ter o seu rosto transformado em holograma e inserido na próxima manifestação virtual.

As novas medidas entram em vigor em 1º de julho. Os valores das multas, em caso de desrespeito, variam entre € 100 a € 30 mil (R$ 400 a R$ 12 mil).