“Sertão no meio do redemoinho” é o nome do espetáculo que o SESC Consolação realiza e que tem como proposta fazer uma leitura contemporânea e urbana da obra de Guimarães Rosa: "Grande Sertão:Veredas".

Já tendo passado pelo Sesc Paulista e pela Praça da Sé, hoje, 6, é vez da Praça do Patriarca e amanhã, 7, a Praça da República (veja o restante da programação abaixo).

divulgaçãoCena de Grande Sertão: Veredas, exibido pela Globo, com os atores Tony Ramos e Bruna Lombardi

Créditos: Cena de Grande Sertão: Veredas, exibido pela Globo, com os atores Tony Ramos e Bruna Lombardi

Cena de Grande Sertão: Veredas, exibido pela Globo, em 1985, com os atores Tony Ramos e Bruna Lombardi

Idealizado e dirigido por Andrea Caruso Saturnino e Ricardo Muniz Fernandes, o espetáculo envolve contadores e moradores da cidade de Cordisburgo (MG), cidade natal do autor. Os figurinos foram desenhados pelo estilista mineiro Ronaldo Fraga e confeccionados e bordados por uma cooperativa de bordadeiras de Cordisburgo.

Em uma estrutura metálica, desenhada e construída como uma  encruzilhada, um “descanso no meio da loucura” acontece uma  performance contínua, com a duração aproximada de 8 horas, em que os vários níveis da obra se mesclam por meio de pequenas cenas, se re-construindo como uma outra narrativa.

A montagem é composta por 14 cenas, com a duração de aproximadamente 30 minutos cada uma. Funcionam como capítulos, partes de um grande quebra-cabeça, nos quais cada trecho está interligado  e ao mesmo tempo é independente. O espectador opta pelas oito horas por trinta ou cinco minutos, vivenciando a fecundidade e a força da obra de Guimarães Rosa.

Programação:

Praça da República (dia 7)
Largo Santa Cecília (dia 8)
Comunidade de Heliópolis (dia 9)
SESC Itaquera (dia 10)
Largo 13 de Maio (dia 12)
Mercado da Lapa (dia 13)

Sertão no meio do redemoinho