A britânica Lex, de apenas 6 anos de idade, já luta pela inclusão de seu irmão mais velho, de 9 anos, que sofre preconceito na escola por ter autismo.

Após um colega de sala ter chamado seu irmão de "estranho", ela decidiu tomar uma decisão muito madura e sensata. Lex escreveu uma carta aos seus professores pedindo que eles ensinassem mais aos alunos sobre o autismo.

"Meu irmão é autista e não é estranho", escreveu. "Eu adoraria que a gente pudesse aprender sobre todos os tipos de deficiência na escola. Assim todos poderão entender que algumas pessoas são diferentes, mas devem ser tratadas da mesma maneira que as outras".

A mãe das crianças, Sophie Camilleri, publicou a carta no Facebook. Até o momento, o post foi compartilhado por mais de 28 mil pessoas. "Estou muito orgulhosa que a Lex tem essa visão e quer mudar a maneira como outras crianças enxergar as pessoas com deficiência", escreveu. "Ela tem apenas 6 anos e já faz parte de um conselho da escola que deseja fazer a diferença."