Como você leu aqui, a Polícia Federal, com a Operação Metis, havia prendido 4 policiais investigados acusados de tentarem obstruir as investigações da Lava Jato.

Teori Zavascki

Créditos: Imagem de Divulgação

Ministro Teori Zavascki

Entre os policiais presos e acusados de formação de quadrilha, estava Pedro Ricardo Carvalho, homem de confiança de Renan Calheiros, e atual diretor da polícia do Senado. Junto a ele, Geraldo Cesar de Deus Oliveira, Everton Taborda e Antonio Tavares, que também foram detidos.

Porém, nesta quinta-feira, dia 27 de outubro, o ministro Teori Zavascki, do STF (Supremo Tribunal Federal), decidiu suspender a Operação Métis.

Antes disso, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), havia anunciado que entraria com recursos no STF contra a ação caso ela não fosse suspensa.

A alegação é de que a Polícia Federal usou uma estratégia ilegal para investigar senadores sem a autorização do Supremo Tribunal Federal.

Todos os 4 policias já foram soltos.