Os moradores da rua Diogo Botelho, na Vila Guilhermina, zona Leste de São Paulo, não aguentaram esperar pela prefeitura e tomaram uma atitude quanto as dezenas de buracos que acometem o asfalto: pintaram com tinta amarela ao redor de todos eles.

Rua Diogo Botelho, na Vila Guilhermina

Créditos: Folhapress

Rua Diogo Botelho, na Vila Guilhermina

"Isso aí é um protesto. Porque mudaram o sentido de várias ruas, trazendo vários carros para cá, sem dar condições para a rua receber esse fluxo", disse o administrador Elias Tavares, 45 anos, em uma reportagem para a Folha de S. Paulo.

O que você teria feito no lugar dos moradores?

Créditos: Folhapress

O que você teria feito no lugar dos moradores?

Um dos moradores, o aposentado José de Castro, de 70 anos, já até havia tentado fechar os buracos com argila, mas em pouco tempo eles voltavam a aparecer.

Segundo os moradores, quem pintou as faixas foi "a molecada da rua". Duas mensagens também foram escritas no chão: PARE e DEVAGAR.