A poluição atmosférica é responsável pela morte de 6,5 milhões de pessoas por ano, isto é, uma em cada nove mortes no mundo. Nesta quarta-feira, dia 19, a Organização Mundial de Saúde (OMS) lançou uma campanha para reverter esse problema e melhorar a saúde da população.

O anúncio da iniciativa foi feito durante a terceira Conferência das Nações Unidas sobre Moradia e Desenvolvimento Urbano Sustentável, Habitat III. Chamada de "BreatheLife" (respire a vida), a ação tem como objetivo reduzir pela metade as mortes provocadas pela contaminação atmosférica até 2030.

A poluição causa a morte de 6,5 milhões de pessoas por ano

Créditos: iStock/UliU

A poluição causa a morte de 6,5 milhões de pessoas por ano

No site da campanha, a OMS disponibiliza informações estatísticas sobre 3 mil cidades no mundo, como a respeito da qualidade do ar e os principais problemas de saúde relacionados à poluição. No Rio de Janeiro, por exemplo, há 16 microgramas de partículas PM 2,5 por metro cúbico, 60% maior que a considerada segura.

Além disso, cerca de 80% dos centros urbanos têm concentração de poluentes acima do nível considerado seguro. A organização também apoia o uso de fontes limpas de energia, assim como alternativas para o transporte e a habitação.

Com informações do jornal O Globo