O ex-ministro da Fazenda/Casa Civil dos governos Lula e Dilma, Antônio Palocci, foi denunciado na sexta-feira, dia 28 de outubro, por corrupção e lavagem de dinheiro pela Operação Lava Jato.

O ex ministro Antonio Palocci

Créditos: Imagem de Divulgação

O ex ministro Antonio Palocci

Junto a ele, também foram acusados Branislav Kontic, ex-assessor de Palocci, o empreiteiro Marcelo Odebrecht e outros 12 investigados por corrupção ativa e passiva referente a contratos de afretamento de sondas com a Petrobrás.

A Procuradoria sustenta ainda que Palocci atuou "em favor dos interesses do Grupo Odebrecht no exercício dos cargos de deputado federal, ministro da Casa Civil e membro do Conselho de Administração da Petrobrás".

Segundo a denúncia, o ex-ministro “Interferiu para que o edital de licitação lançado pela estatal petrolífera e destinado à contratação de 21 sondas fosse formulado e publicado de forma a garantir que o grupo não apenas obtivesse os contratos com a Petrobrás, mas que também firmasse tais contratos com a margem de lucro pretendida”.

Ainda segundo uma matéria do Estadão, as seguintes pessoas foram denunciadas: 

Fernando Migliaccio da Silva

Hilberto Mascarenhas Alves da Silva Filho

Luiz Eduardo da Rocha Soares

Olivio Rodrigues Junior

Marcelo Rodrigues

Rogério Araújo

Mônica Moura

João Santana

João Vaccari

João Carlos de Medeiros Ferraz

Eduardo Musa

Renato Duque

Imagem Autor

Editor de Urbanidade e Cidadania

+ posts do autor