Se você trabalha com comércio de bens e serviços – como, por exemplo, lojas, bares, restaurantes, hotéis, hospitais e consultórios particulares, escolas e faculdades particulares, emissoras de rádio e televisão, jornais, postos de gasolina e supermercados, entre outros – pode fazer sua carteirinha e usufruir das atividades culturais, sociais e esportivas que o Sesc oferece.

reprodução

Créditos:

Post-its marcam as atividades do Sesc

Se você está desempregado há menos de 12 meses, é aposentado ou pensionista desses setores também tem o direito de se associar ao Sesc.

Além do titular, seus dependentes – pais, cônjuge, filhos, tutelados – também poderão fazer sua inscrição.

A taxa da matrícula varia de R$2,00 a R$15,00.

Mas, atenção! Se não tiver registro em carteira profissional ou se a empresa na qual trabalha não for contribuinte do Sesc, sua matrícula não poderá ser efetivada.

Para quem não é comerciário

Quem não é comerciário também pode se matricular. Mas existem algumas diferenças. Por exemplo, restrição de matrícula no Sesc Bertioga em alta temporada e do serviço odontológico.

A inscrição familiar custa R$ 114,00 por ano e a individual R$ 57,00. Pessoas com 60 anos ou mais têm 50% de desconto na inscrição de Usuário individual. A matrícula na categoria Usuário tem validade de um ano somente no Estado de São Paulo.

Em caso de perda ou extravio do cartão será cobrada uma taxa de R$ 20,00 para a emissão da segunda via, tanto para a categoria Comerciário, como para Usuário.

Mais informações e pré-matrícula no portal do Sesc.