Um vídeo divulgado com exclusividade pela GloboNews nesta segunda-feira, dia 24, registra o momento em que os homens levam ao banheiro, à força, uma mulher que foi vítima de estupro coletivo em São Gonçalo, no Rio de Janeiro. Veja na íntegra neste link.

A vendedora de roupas, de 34 anos, foi violentada na madrugada no dia 17 de outubro por 10 homens em um bar no bairro Lagoinha. As imagens mostram os suspeitos entrando com a mulher no banheiro do estabelecimento e depois saindo de lá. Em seguida, ela foi levada para uma rua escura, onde foi agredida. A violência só acabou quando o grupo viu uma viatura da Polícia Militar.

O G1 informou que a vítima será incluída no Programa de Proteção a Testemunhas do Governo do Estado a pedido de Débora Rodrigues, titular da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher em São Gonçalo. A moradora não se encontra mais em São Gonçalo por questões de segurança.

A mulher foi vítima de estupro coletivo em São Gonçalo (RJ)

Créditos: iStock / pimonpim

A mulher foi vítima de estupro coletivo em São Gonçalo (RJ)

Relembre o caso

Uma vendedora de roupas de 34 anos, moradora do bairro Lagoinha, em São Gonçalo, no Rio de Janeiro, foi estuprada por dez homens na madrugada do dia 17 de outubro, entre os quais estavam vários menores de idade.

Segundo o jornal Extra, a vítima sofre sucessivos estupros coletivos há 4 anos. Só que, dessa vez, o grupo de criminosos foi surpreendido por policiais militares na hora da agressão. Oito homens conseguiram fugir, mas dois foram apreendidos. A polícia diz que já identificou 5 pessoas que também participaram do ato.

A vítima, que é mãe de três meninas de 12, 13 e 14 anos, diz que não tem conseguido dormir e que vive dias de pânico, desde que foi estuprada pela quarta vez pelos criminosos.

"Estava em um bar, na Rua Cardeal Sebastião Leme, bebendo cerveja com um amigo. Já era uma da madrugada quando quatro rapazes chegaram na minha mesa e me obrigaram a entrar no banheiro com eles. Meu amigo ainda chegou a dizer que estava comigo, mas eles falaram que quem mandava em mim eram eles . Já no banheiro, fui obrigada a fazer sexo oral em todos eles", conta a mulher.

Depois, eles a levaram para uma rua muito escura, onde a estupraram. Logo em seguida, uma viatura da PM se aproximou, afastando o grupo do local. Assim que os policiais chegaram, encontraram a vítima chorando compulsivamente e sem roupas. Dois menores, um de 15 e outro de 16 anos, foram presos.