Entre janeiro e julho de 2017, o Governo de São Paulo registrou 2,6 mortes por dia na capital, somando 522 óbitos. As informações são do "G1".

Segundo dados do Infosiga, houve aumento de 19% no número de atropelamento de pedestres, motociclistas e ciclistas, comparado com o mesmo período do ano passado, com 248 mortos.

Créditos: Oswaldo Corneti

Mortes de pedestres, ciclistas e motociclistas aumentaram na capital

O percentual mostra foram 64% a mais de morte de ciclistas com o mesmo período desse ano e do ano anterior, com 23 ciclistas mortos, sendo homens em 91% dos casos.

No caso dos motociclistas, houve aumento de quase 10%, com 189 mortos. Só em julho morreram 31, que chega a ser quase o dobro do mesmo  número registrado no mesmo período do ano anterior. Na Marginal Pinheiros foram sete morte e na Marginal Tietê foram oito.

  • Leia mais:

Dados mostram tendência de aumento de mortes no trânsito em SP