Créditos: Reprodução/Instagram

César Tralli e Ticiane Pinheiro

No começo da semana, a Globo divulgou um comunicado alertando seus jornalistas sobre algumas mudanças nas normas de conduta nas redes sociais.

A medida da emissora seria uma resposta a alguns posts feitos pelo jornalista César Tralli, em que ele divulgava marcas por causa de seu casamento com a apresentadora Ticiane Pinheiro.

Resultado? Ele virou alvo de comentários dos apresentadores do "Fofocalizando", do SBT, que afirmaram que a cerimônia do jornalista teria sido paga por essas publicações.

Em resposta, Tralli fez um desabafo nesta quinta-feira, 7, no Instagram, em que afirma ter pago tudo em relação à cerimônia e que o que fez não foram "publiposts", publicações promocionais para divulgar marcas.

"Transparência. Minha vida é como a água encantadora do mar das Maldivas: límpida e cristalina. Sempre dormi o sono do justo. Com ética, honestidade e independência", começou o jornalista.

"Não dou passo maior do que a perna. Não vivo de favores, não me considero mais importante que ninguém. Quando abro portas, é pela minha credibilidade, humildade e generosidade. Nunca por barganha", escreveu o global na rede social.

  • O jornalista desabafou sobre a "polêmica" em meio a lua de mel, que acontece nas Ilhas Maldivas. Confira nessa matéria do Catraca Livre mais detalhes da viagem do casal

"Por isso, repudio com veemência insinuações maldosas ou ilações feitas por colunistas de TV de que teria havido troca de favores no meu casamento. Não houve. Em hipótese alguma", continuou Tralli.

"Meu terno, as alianças, os organizadores do casamento, o hotel, a cerimônia, a festa inteira...tudo foi muito bem pago por mim, com satisfação. E tudo pago via TED bancária, portanto absolutamente dentro da legalidade e mediante Nota Fiscal", defendeu-se.

Tralli ainda justificou os posts feitos, alegando que queria apenas dividir sua felicidade. "Se fiz posts na véspera ou poucos dias antes marcando locais e pessoas, foi para dividir a minha felicidade com elas e com vocês."

Confira o relato de Tralli na íntegra:

Transparência. Minha vida é como a água encantadora do mar das Maldivas: límpida e cristalina. Sempre dormi o sono do justo. Com ética, honestidade e independência. Não dou passo maior do que a perna. Não vivo de favores, não me considero mais importante que ninguém. Quando abro portas, é pela minha credibilidade, humildade e generosidade. Nunca por barganha. Por isso, repudio com veemência insinuações maldosas ou ilações feitas por colunistas de TV de que teria havido troca de favores no meu casamento. Não houve. Em hipótese alguma. Meu terno, as alianças, os organizadores do casamento, o hotel, a cerimônia, a festa inteira...tudo foi muito bem pago por mim, com satisfação. E tudo pago via TED bancária, portanto absolutamente dentro da legalidade e mediante Nota Fiscal. Tenho uma pasta enorme em casa recheada de contratos e serviços devidamente registrados e pagos. Sou muito organizado. Planejei meu casamento com 6 meses de antecedência. Se fiz posts na véspera ou poucos dias antes marcando locais e pessoas, foi para dividir a minha felicidade com elas e com vocês. Como eu sempre fiz. Simples e honesto assim. É como eu digo e repito: quem não deve, não teme. E assim, fascinado pela transparência das Maldivas, sigo muito feliz minha tão sonhada e merecida lua de mel.❤️

Uma publicação compartilhada por Cesar Tralli (@cesartralli) em

Com ou sem publiposts, o casamento de Tralli e Ticiane movimentou as redes sociais:

Casamento de Tralli e Pinheiro termina em funk e 'É o amor'

César Tralli vai às lágrimas com declaração de Ticiane Pinheiro

Os looks mais arrasadores do casamento de Tralli e Ticiane