Pra que não lembra, em 2003, durante gravação do Gordo a Go-GO, saudoso programa da MTV comandado por João Gordo, Dado Dolabella levou um machado e outras armas para a polêmica entrevista que acabou numa baita confusão.

Passados quinze anos, João Gordo revelou recentemente em entrevista que já foi convidado por uma empresa de calmantes para contracenar uma propagada ao lado de Dolabella. "Uma vez chamaram eu e ele para fazer uma propaganda de um calmante. Uma ideia sensacional, cara. Só que eu pedi 1 milhão. Falei, 'ah, não vou ficar contracenando com esse panaca a troco de m***'. Mas aí não rolou", contou em entrevista ao Pânico da rádio Jovem Pan na última quarta-feira, 7.

Ele disse ainda que, apesar da repercussão do episódio, até hoje é comentado por aí, não guarda rancor do ator. "Não sei o que aconteceria se eu trombasse com ele. Acho que sei lá, ia dar risada, dar a mão, sei lá. [...] Na real não tenho nada contra o cara. Nunca mais vi o fita. As pessoas fizeram uma lenda, virou um meme. Eu nunca mais vi. Como tá na internet, vira e mexe nego tá comentando", acrescentou sobre a questão.

Ainda na entrevista, João Gordo foi questionado se estaria feliz com a prisão do antigo desafeto (detido novamente por não pagar pensão à filha). Surpreso, o músico ironizou: "Ele tá preso? Ah, coitado... Vou levar cigarro pra ele".

Relembre a histórica treta: