Créditos: Reprodução/Instagram

Latino

Latino fez revelações polêmicas sobre a época em que morou nos Estados Unidos, durante entrevista ao canal no Youtube de Antônia Fontenelle.

O cantor disse que chegou a roubar carros no exterior quando era jovem e foi preso.

Leia também:

"Eu não fui um bom garoto lá. Cheguei a roubar carros. Não para vender e ganhar dinheiro, mas para curtir lá. Fui preso, foi quando eu fui deportado, estava ilegal nos Estados Unidos. Eu tinha meus 17, 18 anos. Eu roubava o carro, curtia o final de semana e devolvia na segunda-feira", declarou.

O funkeiro relembrou também outro episódio obscuro, desta vez, quando voltou ao Brasil. Segundo ele, por problemas financeiros, chegou a cheirar cola para inibir o apetite.

"Cheirava cola de sapato para inibir a minha fome. Depois de tudo que aconteceu, fui deportado. Quando voltei ao Brasil eu tive uma briga com meu pai, ele não queria que eu fosse cantor. Eu já sabia o que queria, tinha sede de sucesso, de dançar, compor, ser artista", completou.

Saiba mais:

Latino informa que vai pagar dívida, após ter prisão decretada