Créditos: reprodução/Facebook/Igreja Apostólica Plenitude do Trono de Deus

Padre Agenor Duque

Um vídeo que envolve a religião católica e evangélica está causando revolta nas redes sociais.

O pastor Agenor Duque, da Igreja Plenitude do Trono de Deus, está envolvido em uma polêmica relacionada à uma imagem de Nossa Senhora, santa padroeira do Brasil, em um episódio de intolerância religiosa.

Na gravação, ele aparece segurando uma garrafa de Coca-Cola e a compara à santa. "Talvez aí na sua casa, em cima de televisão, tem uma deusa ou um santo que é parecido com essa garrafa", diz ele. "Até a cor é parecida".

"A boca dela não fala. O ouvido dela não ouve". Na sequência, ele solta o item no chão. "Eu a desafio a levantar. Estou falando da Coca-Cola. Mas você sabe do que eu estou falando", afirma.

Ele também fala da imagem de São Jorge, outro santo popular no país. "Tire esse cavalo que está aí, esse homem que está em cima (do cavalo, São Jorge) e aceite a Jesus Cristo como o senhor salvador"

O vídeo foi transmitido na televisão, mas não está disponível nos canais oficiais da igreja, só que uma versão dele está disponível no Facebook. Confira:

Esse ser desprezível, desperdiçando o tempo que poderia falar de Deus para seus fiéis, pois esse é o papel do Padre é do...

Posted by Andreia Martins on Monday, August 21, 2017

A atitude gerou revolta entre alguns católicos e, também, a resposta de outros religiosos, como o padre Augusto Bezerra.

"Quem não comunga com a Virgem Maria não comunga da obra de Deus, e não terá um destino feliz", escreveu ele no Facebook.

Segundo o UOL, o departamento jurídico da igreja está atuando para apagar a gravação.

  • Leia mais:

Mara Maravilha fala de 'boacumba' e mostra intolerância religiosa