Os profissionais do ramo de decoração comentam que, além do trabalho compor os espaços, eles costumam ter outra função um pouco mais sutil: a de psicólogo. Isso porque eles precisam interpretar a personalidade e os desejos do dono da casa para elaborar um projeto.

Divulgação

Créditos: Divulgação

Tom amarelo pode cair bem no home-office de um colérico

De acordo com a teoria humoral, existem quatro tipos de temperamentos: melancólico, fleumático, colérico e sanguíneo. Partindo dessa definição, o arquiteto Anderson Schmidt dá algumas pistas de como é ou pode ser o lar de cada um desses perfis.

Pessoas sanguíneas, que são eufóricas e vigorosas, ficam bem em ambientes dinâmicos, com mobiliário e objetos de cores vivas.

Ativos e práticos, os coléricos se sentem melhor em locais cuja decoração tem cores mais vibrantes.

Um fleumático é mais calmo e equilibrado. Logo, costuma gostar de ambientes não muito quentes no que diz respeito às cores.

Já o melancólico, que é mais analítico, perfeccionista e admira as artes, pode explorar o uso de telas e esculturas, além de livros de arte.

Confira mais dicas e decore a casa de acordo com cada temperamento.

Rede Catraca Livre

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.