A Fundação de Proteção de Defesa do Consumidor, mais conhecida como Procon, divulgou uma lista com sites de vendas que não cumpriram seu papel e receberam reclamações por parte dos clientes. O intuito é alertar os internautas a respeito de portais duvidosos nos quais a aquisição de produtos pode gerar dor de cabeça.

A listagem revela o endereço do site, a empresa responsável, o CNPJ/CPF, se está ou não no ar e quando foi incluído na relação de nomes. Clique aqui e confira.