O Google lançou hoje, 14, no Brasil seu sistema de pagamento por aproximação, o aplicativo Android Pay, que já pode ser baixado na Play Store.

Créditos: iStock/ scyther5

Aplicativo usa tecnologia NFC (Near Field Communication), que permite a troca de dados - sem fio - entre o aparelho e a máquina de pagamento

Ele funciona como uma carteira digital, onde o celular é usado para pagar contas simplesmente aproximando o aparelho a uma máquina. Para isso, basta baixar o aplicativo e cadastrar cartões de crédito ou débito nele.

A ideia é facilitar a vida das pessoas e reduzir filas. Só é necessário fornecer senha quando o gasto for acima de R$ 49, já que o Google Brasil considerou que a maioria das compras usando o aplicativo será de valores inferiores a esse, como informa matéria da Folha de São Paulo.

Caso o usuário perca o telefone, pode bloquear remotamente o sistema.

O Brasil é o primeiro país da América Latina a ter o Android Pay, que já existe nos Estados Unidos desde 2015 para concorrer com o recurso semelhante da Apple, lançado em 2014 naquele país. O Samsung Pay, que funciona com o mesmo princípio, chegou aqui em 2016.

Em um primeiro momento o cadastro estará disponível apenas para clientes da Caixa Econômica Federal (débito), Banco do Brasil (crédito e débito), do banco digital Neon (débito) e dos emissores de cartões Porto Seguro (crédito) e Brasil Pré-pagos (débito) com bandeira Visa. Mas, em breve, quem possui cartões Mastercard e clientes do Bradesco também terá acesso.

Para que o aplicativo funcione o celular deve ter sistema operacional a partir da versão 4.4 e tecnologia NFC (Near Field Communication), que permite a troca de informação - sem fio - entre o aparelho e a máquina de pagamento. Há três milhões de máquinas que aceitam pagamento via NFC no Brasil, segundo o Google. Leia a matéria completa.

Aplicativo ajuda a evitar fraudes na Black Friday