Era maio de 2014 quando a professora de direito tributário Andressa Torquato recebeu quatro convites de casamentos de amigas próximas. Sem ter como arrumar quatro vestidos diferentes em apenas um mês, sua única saúda foi comprar duas peças diferentes.

A situação serviu para que Andressa tomasse uma decisão em sua vida: empreender ao lado da amiga e sócia Sabrina Yanagisawa, ajudando outras mulheres a conseguir roupas de qualidade de maneira simples, barata e objetiva. Juntas, elas criaram a Guguta, plataforma voltada para o aluguel, compra ou vendas de vestidos de festa.

Desde que foi criada meses atrás, a empresa já reúne mil usuários e conta com centenas de roupas em seu catálogo. Entre os planejamentos futuros, Andressa esperar aumentar o faturamento, diversificar os produtos e lançar um aplicativo mobile.

Com descontos de 10 a 30% do valor da peça nova para o aluguel, dependendo do estado da peça. No caso de compra, o desconto pode chegar a 50%.

Créditos: Reprodução

Com descontos de 10 a 30% do valor da peça nova para o aluguel. Em caso de compra, o desconto pode chegar a 50%.

Como funciona?

Se você pensa em alugar ou mesmo comprar um vestido, basta entrar no site, fazer o cadastro e pesquisar o modelo desejado – por meio de dados como tamanho e distância do dono da peça.

Em seguida, faça solicitação pelos dias de locação ou pela compra. O responsável pela peça deve responder em até 24 horas. O pagamento é feito via cartão de crédito.

Se for de seu interesse experimentar a roupa, é possível combinar  um encontro para provar, ajustar e retirar o vestido, além de definir o local de devolução, em caso de aluguel. Também há a possibilidade de fazer a entrega (e a possível devolução) pelos Correios - neste caso com o frete acrescentado no valor final da aquisição ou locação.

Apesar de não existir um preço fixo,  a plataforma sugere descontos de 10 a 30% do valor da peça nova para o aluguel, dependendo do estado da peça. Já na compra, o desconto sugerido é de cerca de 50%.