No extremo sul da zona sul de São Paulo, o Capão Redondo é, ainda hoje, um reflexo do abandono. Entre as consequências causadas pela falta de investimento, sobretudo social, o bairro é lembrado pelo alto índice de violência, baixa escolaridade e desemprego alarmante que fazem

E neste cenário de desigualdade e exclusão, o bairro ganha nesta quinta-feira, 14, o auditório mais criativo do mundo, inaugurado pelo projeto Fábrica de Criatividade.

Três andares de criatividade e inovação 

O novo espaço funcionará em um prédio de três andares, cuja fachada foi estampada com histórias em quadrinhos. Do lado de fora, os frequentadores terão acesso a uma tela de cinema ao ar livre e a um jogo de amarelinha que os conduzirá à porta toda feita com bolinhas de gude. Nos banheiros, há lousas de giz, para que os espectadores possam registrar ali inscrições e desenhos.

Na cobertura do edifício, é possível visitar uma horta orgânica cultivada pelos funcionários e pela comunidade do Capão Redondo, um dos bairros mais violentos da cidade de São Paulo. O prédio tem outras soluções que incorporam tecnologia ao dia a dia da comunidade, como uma sala para jogar pingue-pongue no escuro.

Durante o dia o espaço contará com oficinas gratuitas de cinema, danças urbanas, criatividade e palestras de empreendedorismo social, gincanas e exibição de curtas metragens feitas por jovens da comunidade e a noite o auditório terá sua grande inauguração.

O auditório mais criativo do mundo contará com uma série de recursos que nunca foram disponibilizados em um espaço desse tipo.

Créditos: Istock/Getty Images

Auditório de Criatividade será inaugurado nesta quinta-feira, 14, no Capão Redondo

Vivenciando criatividade 

Denilson Shikako, diretor da Fábrica de Criatividade e idealizador do auditório, explica que cada evento nesse auditório vai ser uma imersão no universo da criatividade. “O auditório por si só é uma experiência, mas os eventos que vão acontecer ali prometem fazer história e proporcionar aos convidados a oportunidade de transformar o papel de espectador em ‘vivenciador’ e cocriador das experiências artísticas e culturais”, diz.

No show “Invenções que fizeram a História - uma viagem pela essência da criatividade”, que marcará a inauguração do espaço, os espectadores poderão percorrer escadas levadiças, com passagem secreta para um labirinto, no subsolo do palco, com grandes invenções na história da humanidade. O personagem Dr. Emmet Brown, do filme “De volta para o futuro”, vai estar presente, em forma de holograma, como apresentador do evento.

Como bônus, o evento contará com uma apresentação dos TucBoys, prestigiado grupo brasileiro de percussão corporal. Sob o comando dos artistas, a plateia viverá uma experiência interativa, em que poderá executar a 9a sinfonia de Beethoven ao vivo feita de instrumentos de sucata! O evento vai terminar com um coquetel - criativo, obviamente.

Veja também:

Jovens resgatam valores da periferia com moda e empoderamento