Apaixonados por viagens, a publicitária Miriam Vargas e seu marido, Luciano Santos, não abriram mão de botar o pé na estrada após o nascimento dos dois filhos. E o desafio de adaptar os pequenos às férias não se resumiu a uma questão pessoal. Foi além, desde que, em 2015, o casal resolveu empreender na agência Clube de Viagens Moms.

Tudo começou três anos antes, em 2012, em uma experiência num grupo do Facebook, onde Miriam incentivava outras famílias a se aventurarem com as crianças. A ideia, segundo ela, consistia em compartilhar destinos que saíssem da mesmice de parques familiares ou resorts, propondo roteiros pouco procurados pelas famílias - sem deixar de levar em conta a segurança dos pequenos e questões como serviços de babás e menu infantil.

Istock/Getty

Créditos: Istock/Getty Images

Agência ajuda a criar roteiros inusitados, oferecendo todo suporte que os clientes precisam para viajar com liberdade e segurança

E, justamente diante do problema, surgiu uma oportunidade de negócio mais que promissora. Miriam passou a organizar viagens pelo Brasil com os membros do grupo, compartilhando informações e vivências entre as mães que se aventuravam país afora. Logo, o grupo ganhou repercussão na rede social e

Em quatro anos, o grupo atingiu 30 mil membros, criando novas demandas que obrigaram Miriam a ampliar os negócios, como lembrou em entrevista à revista Pequenas Empresas Grandes Negócios. “Até o ano passado, eu tinha outro trabalho em paralelo. Resolvi vender a minha parte da empresa que eu estava e me dedicar exclusivamente ao Clube de Viagens Moms. Decidi transformar a marca em um negócio: uma mistura de agência de viagem, consultoria e clube de vantagens. Eu ajudo as famílias com roteiros e busco benefícios exclusivos para as mães, como um esquema de associados”, afirma.

Em 2015, em sociedade com o marido e investimento de R$ 150 mil no escritório, Miriam abriu a agência. Em pouco tempo a empresa conquistou parceiros. Hoje, a empreendedora realiza pacotes de viagem para clientes de todo o Brasil, presta consultoria e consegue preços especiais. Confira a matéria na íntegra no site da PEGN. 

Veja também:

Trabalho voluntário: 5 oportunidades para viajar quase de graça