Pode perguntar a qualquer um sobre a principal missão da Organização das Nações Unidas (ONU), que a resposta será mais ou menos a mesma: promover a paz no mundo. Porém, mais do que lutar por um maior entendimento entre nações e povos distintos, a ONU também opera no desenvolvimento de países que carecem de suportes externos, não apenas em esferas financeiras, mas também em âmbitos sociais.

Trabalhar em uma entidade como esta pode render grandes frutos a um profissional em início de carreira. Além do contato direto com pessoas de diferentes nacionalidades, um funcionário da ONU também possui a oportunidade de aprender mais sobre pontos como a diplomacia, políticas internacionais e organização corporativa.

E a ONU já está a procura dessas pessoas. São vagas disponíveis em departamentos diferentes e os jovens profissionais podem vir de qualquer lugar do mundo. Para se candidatar no processo seletivo anual, os interessados devem possuir Superior completo, ter no máximo 32 anos de idade, falar Inglês ou Francês fluentemente e ser natural de um dos países membros. Funcionários da organização mundial que almejam atuar em áreas diferentes ou subir de posições também podem participar.

O teste de seleção envolve questões de pensamento analítico, conhecimentos gerais, atualidades e assuntos internacionais, entre outros. Os aprovados ficarão num programa de dois anos que poderá ser renovado posteriormente, a partir dos resultados apresentados. Nos primeiros cinco anos de ONU, o funcionário passará por pelo menos dois cargos distintos e em todas as etapas receberá orientação supervisionada.

Mais informações e espaço de inscrições, aqui.