Das mãos dos alunos da graduação em Design de Produto do IED São Paulo (Istituto Europeo de Design) e parceiros nasceu um projeto, batizado de Coletivo Flui, que pode ser um grande aliado para enfrentar a crise hídrica.

Pela abordagem da faculdade, o design pode e deve ir muito além dos produtos, quando utilizado para pensar soluções, ainda que simples, para problemas atuais. E pode ser um grande aliado em gerar impactos transformadores.

A primeira iniciativa do Flui é a Bomba Hacker, um dispositivo portátil que coleta o excedente de água gerado em atividades domésticas como o banho, por exemplo, para transportá-lo para o restante da casa. Uma solução simples e que pode ser produzida por qualquer pessoa por aproximadamente R$75.

bomba_hacker

Créditos: reprodução

Mecanismo portátil faz o bombeamento de água

O projeto, que contou com a orientação dos professores do IED, é fruto de uma parceria com o escritório de inovação e design Questto|Nó, com sedes em São Paulo e Nova York, e o consultor de Design Sistêmico Jaakko Tammela. Juntos, eles decidiram não comercializar a bomba d’água, mas, sim, disponibilizar gratuitamente o passo a passo da construção da engenhoca para que alcance o maior número possível de pessoas.

Para Victor Megido, diretor geral do IED Brasil, é importante que os futuros designers estejam atentos às demandas urgentes. “Design não é só objeto. Design é projeto de futuro. Isso nos possibilitou a chance de dar aos nossos alunos, através da busca por soluções a problemas reais da sociedade, a possibilidade de ter uma experiência do que é realmente atuar no mercado brasileiro de Design e fazer a diferença”, comenta.

O projeto foi selecionado entre os 20 designers brasileiros que projetam a casa do futuro, segundo a Revista Bamboo. Stefano Leggieri, recém formado em Design de Produto pelo IED São Paulo, foi escalado para o time de profissionais destacados, mostrando que há grandes oportunidades para quem quer fazer a diferença.

Veja aqui mais sobre o projeto e como construir a bomba.

Rede Catraca Livre

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário Publieditorial da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.