Créditos: Reprodução

Gravura feita em carvão de mulher nua seria um 'rascunho' de Mona Lisa

Uma gravura feita em carvão de uma mulher nua está sendo atribuída à famosa Mona Lisa, pintura clássica de Leonardo da Vinci.

A figura nua é conhecida como Monna Vanna e, há 150 anos, pertence a uma coleção de obras de arte do estúdio de Leonardo da Vinci. Só que até então, não havia indícios de que o artista teria trabalhado na obra.

Veja:

Entretanto, especialistas encontraram indícios de que Da Vinci teria trabalhado em ambas as obras. Testes realizados no Museu do Louvre, em Paris, sugerem que a gravura carrega em parte a assinatura do artista.

Em entrevista ao site de agência AFP, o curador Mathieu Deldicque disse que "o desenho tem uma qualidade na forma como o rosto e as mãos são apresentados que é de fato notável". Ele diz ainda que o trabalho não é uma cópia inferior e pode sim ter sido feito em paralelo à Mona Lisa.

Atualmente, o esboço feito em carvão pertence, desde 1862,  à coleção de arte renascentista do Museu Condé, no Palácio de Chantilly, ao norte de Paris.

Sobre Leonardo e Monalisa

Um dos grandes artistas renascentistas italianos, Leonardo da Vinci viveu entre 1452 e 1519. Sua pintura mais famosa é Mona Lisa, pintada à óleo e conhecida originalmente como "La Gioconda", a obra é famosa por seu sorriso.

Não se sabe quem de fato foi Mana Lisa, mas a teoria mais aceita é que o retrato seria de Lisa Gherardini, e foi encomendado por Francesco del Giocondo, seu marido, um famoso comerciante de roupas e oficial de Florença.

Leia mais:

Será que a arte erótica de Jan Saudek seria proibida no Brasil?