Iniciativa do Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal busca valorizar os trabalhos em língua portuguesa; entre os autores está Luís de Camões

Reprodução

Reprodução

A obra "Os Lusídas", de Camões, é considerada a epopeia portuguesa. Possui, em sua totalidade, 1.102 estrofes.

O compartilhamento de conteúdo educativo e cultural está cada vez mais presente na rede. Essa é uma das muitas formas de reforçar a relevância da internet, ainda que haja banalização de conteúdo e mau direcionamento de debates sobre fatos sociais. Tratando-se da livre circulação de conhecimento, há uma iniciativa tomada pelo Instituto Camões - do Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal - que merece destaque: a Biblioteca Digital Camões, com vários títulos literários para serem lidos gratuitamente.

A página possui um acervo com obras de diferentes épocas, separadas por temas, autores e os "mais recentes". Grande parte do conteúdo já está em domínio público, contudo, alguns livros podem ser apenas lidos online, descartando a possibilidade de impressão ou cópia.

Na biblioteca é possível encontrar clássicos como Os Lusíadas, de Luíz de Camões, Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente e até os escritos de Pero Vaz de Caminha sobre o "descobrimento" do Brasil. O site também possui livros sobre a cultura lusitana e a formação histórica de Portugal. Boa leitura.