O Tribunal de Justiça de São Paulo manteve, nesta terça-feira, 10, a decisão que suspende o aumento da tarifa da integração dos ônibus, de responsabilidade do município, e trilhos, a cargo do Estado. O reajuste foi aplicado no último domingo, 8.

De acordo com o desembargador Paulo Dimas de Bellis Mascaretti “a decisão questionada entendeu que a redução do desconto que beneficiava significativa parcela dos usuários do transporte público metropolitano, em especial aqueles que utilizam o sistema integrado, e que resultou em reajuste bem acima dos índices inflacionários, não foi devidamente justificada.”

alckmin

Assim que recebeu a notificação para cancelar o reajuste, o governador Geraldo Alckmin anunciou a suspensão do reajuste.

Com isso, a tarifa do bilhete de integração ônibus + Metrô/CPTM volta ao antigo valor (R$ 5,92) a partir desta quarta-feira, 11.

Nos ônibus intermunicipais da EMTU, a tarifa de integração só voltará aos valores anteriores na próxima sexta-feira, 13.

Veja como ficam as tarifas:

Metrô: R$ 3,80

CPTM: R$ 3,80

Ônibus: R$ 3,80

BOM - Comum/Vale transporte/empresarial: R$ 3,80

Integração ônibus + Metrô/CPTM: volta de R$ 6,80 para R$ 5,92

Bilhete 24 horas (comum): volta de R$ 15 para R$ 10

Bilhete 24 horas (integração): volta de R$ 20 para R$ 16

Bilhete mensal (comum): volta de R$ 190 para R$ 140

Bilhete mensal (integração): volta de R$ 300 para R$ 230

Bilhete madrugador e 'Da hora' integrado: volta a R$ 5,14

Fidelidade M8: volta a R$ 28,20

Fidelidade M20: volta a R$ 68,00

Fidelidade M50: volta a R$ 161,50

Lazer BLA M10: volta a R$ 31,70