O Elevado Costa e Silva, na região central de São Paulo, é a representação imperfeita de muitas contradições paulistanas. Carros, poluição, trânsito e o desejo de uma cidade mais verde e acolhedora se enfrentam em seus 3400 metros comprimento.

Em meio à polêmica sobre o futuro da parte de cima - se deve virar um parque ou ser demolida - o projeto Marquise Minhocão quer unir esforços para pensar em soluções para a parte de baixo do Elevado. A iniciativa é do Movimento 90°, a Triptyque e a Acupuntura Urbana, com apoio do Czerozero e do Catraca Livre.

A chegada das ciclovias na região foi a brecha para pensar e criar junto com a comunidade um projeto de paisagem que favoreça a área. "Hoje é um local inóspito para passar de bike e traz riscos à saúde por conta da poluição"  afirma Guil Blanche, do Movimento 90°.

Reprodução

Créditos: Reprodução

A imagem é uma das sugestões enviadas pelo Facebook

Para contribuir com o projeto, que será apresentado à Prefeitura e pode ser executado em paralelo com as obras da ciclovia, é possível enviar sugestões pela página Marquise Minhocão no Facebook.

Quem sonha com um centro mais verde recebeu outra boa notícia nesta semana: a Prefeitura iniciou um chamamento público para que os edifícios vizinhos ao Minhocão possam receber a instalação de jardins verticais. Todos os condomínios que tenham paredões sem janelas e estejam localizados a uma quadra Elevado poderão se candidatar.