Texto: Rafaela Pietra

A atriz Carrie Fisher, que estrelou sucessos como a trilogia Star Wars original, morreu em 27 de dezembro depois de um ataque cardíaco. O buldogue francês tutelado pela atriz, Gary, estava ao seu lado nos últimos dias. Ele também acompanhou Fisher em seu último protesto pelos direitos animais, contra o Yulin Dog Meat Festival, o maior e mais cruel festival de carne de cão da China.

A atriz protestou em frente ao consulado chinês ao lado de seu cão Garry | Foto: Divulgação / QZ

Créditos: A atriz protestou em frente ao consulado chinês ao lado de seu cão Garry | Foto: Divulgação / QZ

A atriz protestou em frente ao consulado chinês ao lado de seu cão Garry | Foto: Divulgação / QZ

Em junho, Fisher, juntamente com Gary, se juntou ao protesto, realizado do lado de fora da embaixada chinesa em Londres. Segundo o site QZ, Fisher e outros ativistas tentaram apresentar uma petição assinada por mais de 11 milhões de pessoas exigindo a proibição do evento anual realizado na cidade chinesa de Yulin, no sul do país, mas foi rejeitada.

Confira o final dessa história e outras notícias inspiradoras sobre animais na ANDA (Agência de Notícias de Direitos Animais).

Imagem Autor

O maior portal de notícias sobre animais do Mundo.

+ posts do autor

Rede Catraca Livre

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.