Divulgação

Créditos: Divulgação

The Hunch Box oferece peças que custam de R$ 59 a R$ 259.

Um serviço de entrega de roupas em domicílio com entrega grátis. Essa a definição simples e bem-sucedida da The Hunch Box, empresa criada pelos amigos Guto Okamoto e Vinicius D’Angelo. Com investimento inicial de R$ 50 mil, ela entrou em operação no final do ano passado, depois de funcionar como um protótipo. A meta de faturamento é de R$ 150 mil por mês até o final do ano.

O delivery de roupas funciona a partir de um cadastro no site. Nele, é necessário informar o perfil de compra: tamanho, cores e estampas de preferência. Com base nesses dados, a empresa envia para a casa do cliente uma caixa com algumas peças (8 a 10 unid.). O kit reúne camisas casuais, polos camisetas, camisas sociais e malhas.

Um dos diferenciais do serviço é que ele não exige compromisso de compra. O cliente pode experimentar as peças e pagar por aquelas que mais gostou. O que não agradar é retirado por um motoboy em dia e horário combinado. Caso não haja interesse nas peças, a caixa pode ser devolvida cheia.

A ideia inicial para o modelo de negócio surgiu em uma reunião em que ambos perceberam não gostar de fazer compras em shopping. À procura de uma ideia para investir, fizeram uma pesquisa de mercado e identificaram um público com a mesma falta de paciência para compras. Atualmente o serviço possui 1,5 mil cadastros, sendo 300 de compradores ativos, com tíquete médio de R$ 250.

O serviço funciona apenas em São Paulo, mas já existem planos de expansão para o Brasil.

Leia a íntegra da matéria.