Um condenado a 12 anos de prisão por exploração sexual de menores de idade deve assumir a vaga de deputado federal de Cristiane Brasil (PTB-RJ), que será a nova ministra do Trabalho a partir da terça-feira, dia 9.

Nelson Nahim (PSD-RJ) passou quatro meses preso em 2016 e está solto graças a uma liminar do Supremo Tribunal Federal. Suplente, ele já exerceu o mandato temporariamente em 2016 e só deve ser convocado para a vaga atual após a posse de Cristiane.

Créditos: Reprodução/Facebook

Nelson Nahim, que deve assumir vaga de deputado federal

Nahim foi condenado a 12 anos de prisão por estupro de vulnerável, coação no curso do processo e exploração sexual de adolescentes. Ficou preso de julho a outubro de 2016. As informações são do Congresso em Foco.

Ele é irmão do ex-governador Anthony Garotinho (PR-RJ) e os dois são rivais políticos. Ao Congresso em Foco Garotinho afirmou que não vê o irmão há cerca de sete anos.

O caso, que ficou conhecido como "Meninas de Guarus", local em Campos onde elas foram encontradas, envolveu o resgate de 15 garotas pobres que ficavam acorrentadas e eram submetidas a exploração sexual.

Além de Nahim, 13 pessoas (incluindo ex-vereadores e empresários) foram condenadas por participar do esquema. O suplente sempre negou participação nos crimes.

Leia a reportagem na íntegra.

Nova ministra do Trabalho foi condenada por dívida trabalhista