Reprodução / TV Globo

Créditos: Reprodução / TV Globo

Ricardo Saud afirma ter entregue propina a mais de 1.800 políticos

Os números são assustadores. O ex-diretor de Relações Institucionais da JBS Ricardo Saud contou aos procuradores da Lava Jato ter pago propina a 1.829 candidatos eleitos, entre deputados, senadores e governadores. 28 dos 35 partidos da República receberam propinas da JBS, segundo o delator.

De acordo com o depoimento de Saud em delação premiada, a JBS ajudou a eleger 179 deputados estaduais em 23 unidades da federação. Os repasses contribuíram ainda para a vitória de 167 deputados federais provenientes de 19 partidos, 28 senadores da República e outros 16 governadores.

O delator não revelou o montante total das propinas de forma precisa, mas a estimativa é de que seja "de quase R$ 600 milhões, apenas R$ 10 milhões ou R$ 15 milhões não eram propina". Na delação premiada, Saud contou que também contabilizou "todas as pessoas que receberam as propinas direta ou indiretamente". Segundo ele, os beneficiados sabiam sim da origem ilícita do dinheiro.

O que já aconteceu desde a delação da JBS:

s recursos.