Já começo o post com a primeira dica sobre os Lençóis Maranhenses... Não existe nenhuma foto ou vídeo que mostre a real grandeza e beleza desse lugar, ou seja, assim que você subir a primeira duna, esqueça o celular ou câmera fotográfica por alguns minutos e apenas contemple a paisagem… É somente essa lembrança que você precisa ter desse paraíso.

Arquivo pessoal

Créditos: Arquivo pessoal

As inúmeras dunas de areias dos Lençóis Maranhenses

Sério, poucos lugares no mundo me deixaram tão impressionada (e emocionada) quanto os Lençóis Maranhenses, apesar de ser um lugar que eu já queria conhecer, já tinha visto diversas fotos, vídeos, já tinha achado o lugar incrível mas não fazia ideia do quão surreal é aquele visual infinito de dunas branquinhas emaranhados por lagoas com águas cristalinas formadas pelas chuvas.

Arquivo pessoal

Créditos: Arquivo pessoal

Poucos lugares no mundo me deixaram tão impressionada (e emocionada)

Como chegar nas cidades base?

A maneira mais fácil de chegar aos Lençóis é saindo de São Luís e inclusive já fiz um Guia do Maranhão aqui no blog com dicas de como chegar em São Luis e de lá chegar em Barreirinhas, que é a cidade com mais infraestrutura para quem deseja conhecer o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses.

Em São Luis você pode escolher seguir para as cidades de Barreirinhas, Atins ou Santo Amaro para que uma dessas sejam sua base para conhecer o parque.

A maneira mais prática e rápida (e a única sem perrengue para chegar nos Lençóis) é alugando um avião monomotor (ok, retiro a parte do “sem” perrengue) para até quatro pessoas no aeroclube de São Luís. A viagem dura em média 1 hora e pousa no aeroporto de Barreirinhas ( que só possui pista para aeronaves pequenas) e a maior vantagem é poder avistar o quão imenso e lindo são os Lençóis lá do alto!! Deve ser uma experiência inesquecível!!!

Indo de carro, você poderá apenas chegar nas cidades mas não poderá visitar o parque, pois apenas veículos cadastrados tem autorização de entrar no parque dos Lençóis Maranhenses, ou seja, de qualquer maneira você precisará contratar um passeio quando chegar.

lencois maranhenses nos na trip3

Créditos: lencois maranhenses nos na trip3

nos na trip erica camargo 3

De São Luís para Barreirinhas  você irá pegar as rodovias BR-135 e BR-402, a Translitorânea, em 272 km de estradas asfaltadas e umas quatro horas de viagem. No geral é uma viagem tranquila, apesar de um pouco longe.

Atins é para quem deseja uma experiência mais roots porém não é possível chegar até a cidade de carro, você deverá ir até Barreirinhas, deixar seu carro em um estacionamento e de lá pegar um transporte local até a cidade ou então seguir de barco.

Para Santo Amaro também não é fácil, apenas veículos 4×4 chegam na cidade e você deverá seguir pela rodovia BR-135 até Bacabeira, depois pela MA-110 até Morros e, de lá, pela Translitorânea até Sangue, no KM-101. A partir daí somente com 4×4 mesmo porque são 40 km de estrada de areia até chegar a Santo Amaro.

Outra opção é o ônibus que sai de São Luís até Barreirinhas, a empresa Cisne Branco faz esse trajeto diariamente e a viagem leva em média 4h30h.

E há ainda a opção de contratar um traslado em São Luis (que foi o que eu fiz) para apenas te levar até Barreirinhas ou também para fechar um pacote com todos os passeios inclusos. Quem fez meu translado foi a empresa Gekos Receptivo, que tem ótimas vans e motoristas e super recomendo eles, achei essa maneira mais prática e confortável do que ir de carro ou ônibus.

O que fazer, onde se hospedar, onde comer em Barreirinhas

Vou falar apenas de Barreirinhas porque foi a cidade que eu fiquei e também a com mais infraestrutura para receber os turistas que querem conhecer os Lençóis Maranhenses. Clique aqui para continuar lendo o texto!

9 parques nacionais para conhecer no Brasil

Rede Catraca Livre

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário da Rede Catraca.

O Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.