Neste domingo, o rapper Drake lançou novas músicas em serviços de streaming. Uma delas em particular, no entanto, não agradou o público por sua letra ofensiva em relação à Kid Cudi e doenças mentais.

A canção, chamada de "Two Birds, One Stone", parece banalizar a depressão de Cudi. "Você era o homem na lua/ Agora você apenas passa por fases/ Vida do bravo e famoso", canta. E completa: "Você fica dopado de xanax (medicamento utilizado em distúrbios de ansiedade e crises de pânico) e animado/ Para quando a realidade começar a aparecer você não encará-la".

Em 2009, Cudi lançou um álbum nomeado de Man on The Moon (Homem na Lua, em português). Sete anos depois, em setembro deste ano, o cantor se internou em uma clínica de reabilitação por impulsos suicidas e abuso de substâncias. Dias antes em seu Twitter, ele publicou críticas à artistas do rap como, por exemplo, Drake e Kanye West.

tweetkid

Créditos: Reprodução/Twitter

"Meus tuítes se aplicam àqueles que se aplicam. Ye (Kanye), Drake, qualquer um. Esses caras não se importam comigo. E eles não me enganam."

Em seus últimos shows, West falou sobre o caso e disse estar decidido a fazer as pazes com Cudi. Parece que Drake, no entanto, não está disposto a perdoá-lo.

A repercussão do lançamento da música foi enorme. Veja as reações no Twitter:

tweetkid2

Créditos: Reprodução/Twitter

"Drake acabou de reforçar o estigma na comunidade negra de que o distúrbio mental é uma fraqueza, um defeito e não a doença que é. Fique bem Kid Cudi"

tweetkid3

Créditos: Reprodução/Twitter

"Se você é um fã de Drake e tolera seu desrespeito em relação à saúde mental de Cudi, você provavelmente nunca lidou com depressão e não entende o quão grave ela é."

tweetkid4

Créditos: Reprodução/Twitter

"Como um fã de Drake, é vergonhoso escutar que ele lançou uma canção desrespeitosa que ridiculariza a depressão de Cudi..."

tweetkid5

Créditos: Reprodução/Twitter

"Kid Cudi entra em reabilitação com depressão e impulsos suicidas. Drake lança uma música o desrespeitando. ESTE é o maior rapper da minha geração?"