Muitas vezes quando vemos famosas que passaram por programas de dieta e treino achamos que o sucesso só é possível quando há muito dinheiro para investir.

Pensando em esclarecer essa dúvida, que muitas vezes serve como pretexto para algumas pessoas que querem fazer dieta ou reeducação alimentar para postergar o processo, o Minha Vida, parceiro do Catraca Livre, entrevistou a atleta profissional de fisiculturismo e educadora física Gabriela Dezan, que também é life coach e atende famosas como as atrizes Fernanda Vasconcellos, Nívea Stelmann, Tânia Mara e atualmente também vem ajudando a cantora Simone, da dupla sertaneja Simone e Simaria.

Segundo ela, o segredo do emagrecimento é simples e pode ser seguido por qualquer pessoa comum. "Para emagrecer, é necessário ter dedicação, fazer exercícios físicos, comer direito, eliminar farinha branca, fritura, açúcar, álcool e cigarro. Todas as pessoas são capazes de seguir esse plano e obterem bons resultados", ressalta.

Além desses princípios básicos, que são bastante conhecidos, há um fator que faz a diferença pra quem quer emagrecer: seguir a dieta à risca e não cometer nenhum furo. Gabriela diz que alimentar-se corretamente de segunda a sexta-feira e exagerar no fim de semana dificulta o emagrecimento.

Ela informa ainda que sair um dia da dieta e tentar compensar comendo menos nos outros também retarda os resultados.

Dezan aponta que o programa que monta para as famosas foca justamente em evitar esses deslizes. A orientação de treino e dieta personalizada para seguir durante 30 dias é elaborada por profissionais de diferentes áreas, entre eles, Daniel Dezan, especialista em esporte e nutrição, doutor em treinamento de alto rendimento e marido de Gabriela.

A coach diz que o acompanhamento do cliente também é parte importante do programa, elogiando e dando broncas quando necessário. Gabriela diz ainda que não é todo mundo que consegue completar o processo “cerca de 5% desistiram. O restante consegue mudar radicalmente a cabeça e o físico".

A coach conta que nem sempre foi tão rígida. "Eu passei muitos anos me enganando. Fazia dieta de segunda a sexta-feira e furava nos finais de semana. Me perguntava por que a barriga não secava? Por que o culote não saia? Achava que só lipo resolveria. Me perguntava o que as pessoas com barriga chapada tomavam para ter aquele abdômen", lembra.

Quando decidiu começar a competir, Gabriela passou a seguir uma dieta regrada e sem furos. Foi aí que os resultados começaram aparecer.

Algumas dicas para mudar os hábitos alimentares com sucesso

1/7

Crédito da imagem: iStock/cyano66

1- Contar com a ajuda de um nutricionista para começar e manter consultas de acompanhamento

2/7

Crédito da imagem: iStock/adventtr

2-Mudar os hábitos é mais efetivo do que apenas pensar na dieta em si, já que, geralmente os alimentos que não são recomendados, são os mais difíceis de resistir

3/7

Crédito da imagem: iStock/franckreporter

3- Criatividade no preparo doe pratos, variando receitas e temperos, mas sem deixar de seguir o cardápio proposto

4/7

Crédito da imagem: iStock/Goodluz

4-Planejar a alimentação, especialmente para quem come fora de casa

5/7

Crédito da imagem: iStock/FatCamera

5-Colocar prazo para não furar a dieta: segundo Gabriela, estabelecer metas (possíveis) e prazos ajuda a encorajar o paciente

6/7

Crédito da imagem: iStock/Tijana87

6- Comer de três em três horas

7/7

Crédito da imagem: iStock/AMR_Image

7- Beber bastante água

  • Crédito da imagem: iStock/cyano66

    1/7

    1- Contar com a ajuda de um nutricionista para começar e manter consultas de acompanhamento

  • Crédito da imagem: iStock/adventtr

    2/7

    2-Mudar os hábitos é mais efetivo do que apenas pensar na dieta em si, já que, geralmente os alimentos que não são recomendados, são os mais difíceis de resistir

  • Crédito da imagem: iStock/franckreporter

    3/7

    3- Criatividade no preparo doe pratos, variando receitas e temperos, mas sem deixar de seguir o cardápio proposto

  • Crédito da imagem: iStock/Goodluz

    4/7

    4-Planejar a alimentação, especialmente para quem come fora de casa

  • Crédito da imagem: iStock/FatCamera

    5/7

    5-Colocar prazo para não furar a dieta: segundo Gabriela, estabelecer metas (possíveis) e prazos ajuda a encorajar o paciente

  • Crédito da imagem: iStock/Tijana87

    6/7

    6- Comer de três em três horas

  • Crédito da imagem: iStock/AMR_Image

    7/7

    7- Beber bastante água

Veja outras dicas e a matéria completa.