Terra natal do líder seringueiro Chico Mendes, Xapuri, no Acre, continua se destacando por meio da produção da borracha. Na pequena cidade de 16 mil habitantes, está a Natex, a única fábrica do mundo que produz camisinhas de maneira sustentável, com látex extraído da seringueira por moradores de comunidades extrativistas.

Divulgação

Créditos: Divulgação

Material é comprado de 850 famílias

A fábrica compra em média 500 litros de látex, por ano, de 750 famílias de cinco municípios da região. O custo do material produzido de maneira mais amigável ao meio ambiente é mais caro do que o comum – diferença de R$ 7,80 para R$ 2,80 por litro.

Para manter a fábrica viável economicamente, há investimento dos governos federal e estadual. Os preservativos Natex correspondem a 20% de todos os distribuídos pelo ministério da Saúde, que compra todas as unidades produzidas pela fábrica para distribuir em campanhas. O próximo passo é duplicar a produção e começar a exportar as camisinhas.