Dois anos se passaram desde o desastre de Mariana, quando a barragem de Fundão rompeu e varreu com lama o distrito de Bento Rodrigues e o Rio Doce. Para os moradores que tiveram seus lares devastados, pouca coisa mudou e a luta para recuperar bens e memórias ainda é contínua, pois os prejuízos são inestimáveis para quem do zero precisou recomeçar.

Antônio Quintão era morador da região. Hoje, ele carrega nas fotos a saudade do lugar onde cresceu e criou sua família e agradece pelas vidas que foram poupadas. Seus bens e seus animais na lama foram levados pela avalanche de rejeito.

Conheça no vídeo acima a história de Antônio.