Um grupo de indígenas ocupou na manhã desta quarta-feira, dia 30, o escritório da Presidência da República em São Paulo, que fica na avenida Paulista, enquanto um segundo grupo ocupou o Ministério da Justiça, em Brasília.

Créditos: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Índios fazem protesto contra a CPI da FUNAI, na Câmara dos Deputados

O protesto é pacífico.

Os índios pedem que a portaria que anulou a demarcação da terra indígena Jaraguá, na zona norte de São Paulo, seja revogada, além do parecer 001/2017 da Advocacia-Geral da União (AGU), que pode alterar todos os processos de demarcação. As informações são da repórter Paula Paiva Paulo, do G1.

A portaria que afeta a aldeia Jaraguá afirma ter havido um "erro administrativo" na decisão que destinava uma área de 512 hectares aos guaranis.

Havia uma manifestação marcada para as 17h, no Masp, mas os organizadores decidiram antecipá-la

Segundo o G1, as atividades do prédio da avenida Paulista não foram alteradas.

Leia a íntegra da reportagem.