Um grupo formato por artistas, construtores, arquitetos e engenheiros se juntou para criar moradias sustentáveis no Haiti. Comovidos pela situação do país após o terremoto de 2010, eles desenvolveram casas com estruturas permanentes, design criativo e matéria-prima simples.

No projeto, batizado de Konbit Shelter, as casas são construídas pelo grupo de estrangeiros em conjunto com os habitantes, adaptadas às condições naturais do Haiti. A principal técnica aplicada às construções é conhecida como superadobe, que consiste na utilização de sacos de polipropileno cheios de terra.

Divulgação

Créditos: Divulgação

Casas são construídas em parceria com moradores do Haiti

Além de ser um processo artesanal e que descarta o uso de grandes tecnologias, este procedimento resulta em moradias resistentes a desastres naturais e ao fogo. O sistema oferece  também um modelo facilmente replicável. São necessários materiais simples, como terra e apenas 10% de cimento. A madeira praticamente não é utilizada.

Os artistas estão buscando uma interação cada vez maior com a comunidade, para permitir que os moradores locais tenham o acompanhamento de arquitetos de maneira que mais pessoas sejam beneficiadas pelo projeto.

Em todas as casas a estética é bastante valorizada, com o intuito de que os resultados sejam moradias bonitas e agradáveis para elevar a satisfação da comunidade.

Leia matéria completa no Ciclovivo