Verão chegando, você só pensa em praia... Mas cuidado: estudo feito pela Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e pela Unisanta (Universidade Santa Cecília) mostrou que, além de água e sal, há grande concentração de cocaína e produtos farmacêuticos nas águas da Baía de Santos (SP).

Créditos: Claudia Trivella/ Fotos Públicas

Praia em Santos; pesquisa aponta contaminação por cocaína em áreas do mar que banha a cidade

Segundo reportagem de Mariana Rossi, do G1, foram comprovados danos dessas substâncias ao ambiente marinho.

Desde 2014 os pesquisadores identificaram cocaína e produtos farmacêuticos em grande quantidade em determinados locais. A partir daí, passaram a ser feitas coletas frequentes para monitoramento da área.

Ao G1 o professor-doutor Camilo Seabra, da Unifesp, afirmou que tanto as substâncias foram encontradas tanto na forma pura como na metabólica (quando a droga é transformada pelo organismo do usuário).

A área de banhistas, porém, não está entre os locais contaminados. Os riscos aos seres humanos estariam no consumo da fauna marinha das áreas com a concentração dos produtos.

Confira a reportagem na íntegra.

Campanha mobiliza médicos em combate à poluição nas cidades