Os impactos das mudanças climáticas estão atingindo inúmeras comunidades ao redor do mundo. Para manter o aquecimento global abaixo de 1,5ºC, os projetos de combustíveis fósseis precisam ser arquivados e a infraestrutura necessita ser substituída por energias 100% renováveis.

Diante desse momento, a ONG 350.org lançou o movimento "Liberte-se dos Combustíveis Fósseis" no dia 5 de maio, com o objetivo de promover ações pacíficas em todo o mundo, tendo como alvo os mais perigosos projetos de combustíveis fósseis. No Brasil, as iniciativas sob o mote da liberdade terminam no próximo domingo, dia 15.

Os impactos das mudanças climáticas estão atingindo cada vez mais o mundo

Créditos: Monica Lovdahl

Os impactos das mudanças climáticas estão atingindo cada vez mais o mundo

O movimento procura garantir uma forte pressão para forçar os fornecedores de energia, bem como os governos locais e nacionais, a implementar as políticas e investimentos adicionais necessários para libertar o mundo dos combustíveis fósseis.

As ações incluem exigir que os governos tomem atitudes após os compromissos assumidos no âmbito do Acordo de Paris, assinado no mês passado.

No Brasil, as ações acontecerão em 3 locais. Entre 5 e 15 de maio, haverá uma feira rural em Maringá (PR), que incluirá um grande comício no dia 6 pedindo a proibição do fracking. No dia 14 de maio haverá uma marcha de desobediência civil tendo por alvo uma usina de carvão em Pecém (CE).